Alimentação

Óleos de soja, canola, azeite e girassol são causadores de infarto

Óleos de soja, canola, azeite e girassol são causadores de infarto

Os óleos vegetais são um perigo para a nossa saúde, antes de sua comercialização (quando se cozinhava com gordura de porco) não existia infarto agudo do miocárdio no mundo.

Tudo é explicado pelo mecanismo de sua conservação, pois para ter validade estendida, e poder durar nas prateleira dos supermercados, eles tem que passar por um processo chamado de hidrogenação parcial.

Esse processo faz com que os óleos se transformem em trans, e o trans não somente não possui nutrientes, como também rouba as enzimas e nutrientes dos alimentos, e são acumulados no organismo, entupindo artérias e causando infarto.

O azeite é ótimo nas condições: extra virgem, frio, em recipiente de vidro e sendo esse vidro escuro, caso contrário, ele também é um veneno. Ao esquentar o azeite, você está fazendo com que ele passe pelo processo de hidrogenação e se transforme em trans, que o deixa tão ruim como esses acima citados.

O único óleo que pode ser esquentado é o de coco, pois ele é um ácido graxo de cadeia média, não sofre mutação ao ser esquentado e não pode ser acumulado no corpo, além de não precisar de enzimas para ser absorvido.

 

FONTE: Human tissue lipids: occurrence of fatty acid isomers from dietary hydrogenated oils. JB Ohlrogge, EA Emken, RM Gulley, 2017.

 

Autor: Redação Saúde Alimentar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

notícias relacionadas

mais lidas em Alimentação